segunda-feira, 12 de outubro de 2020

As origens do Rito Escocês Antigo e Aceito

 

Por Aldo Paula

Há muitas versões sobre as origens da Maçonaria, as mais variadas possíveis, bem como quanto ao período em que surgiu.

Alguns autores afirmam que surgiu no Egito antigo, alguns ligam o ofício a Noé, Tubalcain e Euclides, e outros seguem uma linha, a meu ver um tanto quanto fantasiosa, de que antes que o mundo se formasse ela já existia.  Entre tantas outras versões.

Aqui destaco, de maneira sintetizada, a versão mais plausível, coerente e documentada das primeiras correntes dos pedreiros construtores, e como uma família de nobres Ingleses em solo Francês pôde ter ligação com o surgimento do Rito Escocês Antigo e Aceito.

 Clique aqui para ler o texto completo em PDF.



domingo, 24 de maio de 2020

A vaidade - discussão temática - 26/05/2020




O que é a vaidade? Como se relaciona com a Maçonaria e com outros sistemas filosóficos?

Discussão temática, com texto base produzido pelo Ir.'. Robson Pantaleão.

26/05, terça, às 20h, através do aplicativo Zoom

Clique aqui para ler o texto.

Reunião restrita a maçons. Se você é maçom, e quer participar, entre em contato através do formulário de contato no lado direito desta página.

O Painel do Grau de Companheiro Maçom - Alexandre Mazak



Por Alexandre Mazak

Este trabalho trata do painel do grau de Companheiro Maçom, seus elementos e sua simbologia. Será feita também uma abordagem diacrônica do painel, desde os primeiros usos até a sua consolidação. Pretende-se abordar as transformações do painel associadas às transformações dos ritos maçônicos, ao longo da formação e consolidação da Maçonaria Especulativa.

Clique aqui para ler o texto completo em PDF. A senha é a P∴S∴ de C∴M∴.


O Simbolismo no Grau de Aprendiz - Aldo Paula




Por Aldo Paula

Simbolismo é uma palavra que tem origem nos antigos dialetos gregos: “Symballein”. E possui um significado mais profundo que pode tornar seus objetos portadores de uma ideia como indicadores de algo maior; sua compreensão se relaciona com os conhecimentos adquiridos por quem o estuda, considerado como uma das formas mais sábias e eficazes de se atingir os sentimentos mais profundos. Embora a interpretação dos símbolos seja muito ampla e pessoal, irei me aprofundar no painel do grau de aprendiz do Rito Escocês Antigo e Aceito, e comentar um pouco sobre os signos dispostos ali.

Clique aqui para ler o texto completo em PDF. A senha é a P∴S∴ de A∴M∴.

segunda-feira, 4 de maio de 2020

As Origens do Antigo Egito Faraônico - Palestra virtual pública - 12/05/2020



Palestra Virtual Pública


Como surgiu a civilização do Antigo Egito? Por que foi tão próspera, tão avançada, e por que o simbolismo faraônico perdurou por 3 milênios?

Aconteceu em 12 de maio de 2020

Com Thomas Henrique de Toledo Stella

O Prof. Thomas Henrique de Toledo Stella é M∴M∴, doutorando em Arqueologia pelo MAE/USP, mestre em Desenvolvimento Econômico pelo IE/Unicamp, pós-graduado em Antigo Egito pelo IEPOA/UAB Barcelona e Historiador pela FFLCH/USP.

Clique abaixo para ver o vídeo da palestra, na íntegra:

quarta-feira, 15 de abril de 2020

As religiões afro-brasileiras - Palestra virtual pública - 21/04/2020


O que são religiões afro-brasileiras? Como se inserem em nossa sociedade e na Maçonaria? Qual é sua relação com o Estado laico e com a intolerância religiosa?

Aconteceu na Pier Campadello em 21 de abril de 2020

Com Rodrigo Faccas

Rodrigo Faccas é M∴M∴ e pós graduado em direito empresarial pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Possui duas formações teológicas sacerdotais umbandistas: Federação Umbandista do Grande ABC e Colégio de Umbanda Pai Benedito de Aruanda.

Clique abaixo para ver o vídeo completo da palestra:

A estrela de cinco pontas e sua simbologia na Maçonaria


Por Alexandre Mazak 

A estrela de cinco pontas, também chamada de flamejante na Maçonaria, é emblema utilizado em muitas sociedades da Antiguidade. Sua incorporação à Maçonaria data provavelmente do século XVIII. Este trabalho trata da sua simbologia e do seu uso ritualístico dentro da Maçonaria, onde é característica distintiva do grau de Companheiro. Pretende-se traçar um panorama cronológico, desde o seu uso nas sociedades mais antigas até a sua incorporação como emblema maçônico. Além da simbologia, também será brevemente tratado o seu aspecto geométrico.

Trabalho em grau de C∴M∴. Para abrir o documento utilize a P∴S∴ de C∴M∴ com todas as letras minúsculas.